domingo, 6 de agosto de 2017

     Há muita confusão em torno do que é Tai Chi, e o que é Tai Chi Chuan. O Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa de orientação taoísta, Chuan significa punho."Tai Chi" significa, “seguir o fluxo da natureza”, “equilíbrio universal”, “estado supremo", tem a conotação filosófica de elevação, purificação. O diagrama do Tai Chi é mais conhecido no ocidente como o símbolo do yin-yang. Segundo especialista tudo que fazemos pode ser Tai Chi, pois Tai Chi é  um termo chinês para algo que se expressa, de forma superior, elevada, em diferentes formas de disciplina.  Saber fazer algo com naturalidade, sem esforço é Tai Chi, pois fazer desta forma é o auge da compreensão daquilo que fazemos. Se estivermos conscientes, prestando atenção naquilo que estamos fazendo e abertos para mudanças, mudanças internas que refletirão nas externas, com a prática descobriremos as sutilezas daquilo que praticamos e a medida que isso vai acontecendo o esforço vai desaparecendo, pois vamos aprendendo a ser naturais na  atividade a qual estamos nos dedicando.

     A natação é Tai Chi quando aprendemos a nadar de forma natural, eficiente e sem esforço, quando nos sentimos parte da água e nadamos com a água e não contra a água, e  compreendemos e sentimos que a água faz tudo por nós se nos soltamos; permitindo fluir, deixando que os movimentos aconteçam naturalmente. A natação passa a ser meditação em movimento. Há uma sensação de abandono e de consciência ao mesmo tempo.

     A Natação Tai Chi é um caminho para o crescimento holístico, tem como objetivo o desenvolvimento físico, psicológico e espiritual . Sua prática  é um processo de auto-descoberta que leva a uma consciência plena da unidade corpo-mente .  Estimula o desenvolvimento pessoal , através de uma maior auto-consciência e da compreensão das próprias dificuldades.

     Na prática da Natação Tai Chi, há a necessidade de treinar descontraído e relaxado, deixando a respiração fluir naturalmente. Mas para que tal aconteça é necessário uma pratica muito consciente. Aprender a ser flexível e sensível na água. Existe uma tomada de consciência exterior e interior ao mesmo tempo. A  essência dos movimentos vai-se adquirindo com a prática cotidiana da Natação, de forma natural e prazerosa. Se no início há um esforço consciente para aprender a nadar, vamos pouco a pouco adquirindo leveza e naturalidade nos movimentos e na respiração, e realizamos os nados cada vez mais descontraidamente.

fontes: 
Expansão e Recolhimento: a essência do t'ai chi; Al Chung-liang Huang; São paulo: Summus
https://caminho-natural.org/tai-chi/

terça-feira, 13 de junho de 2017

A essência do nadar

    A natação moderna baseia-se na competitividade, tendo como fim nadar cada vez mais rápido. Mas a natação não é um fim e sim, um meio, como toda forma de arte, para o desenvolvimento pessoal. Aprender que, se nada com a água e não contra a água, aprender o princípio da ação perfeita, compreender na prática o significado de "wu wei", vencer o orgulho (nosso pior inimigo), ser mais  consciente e desenvolver o auto conhecimento. Tudo isso pode ser alcançado com a prática da natação focada no ser como um fim, e todo o resto será consequência. Condicionamento físico, saúde, prazer em nadar, tudo será uma boa consequência de querer se desenvolver como ser humano através da uma prática mais consciente da natação. 
   Em determinado momento a relação com a água chega a ser algo meio místico, começamos a ver a água como um ser vivo que nos acolhe, que nos ensina a medida que nós deixamos a vontade de dominar, controlar e nos entregamos para tornarmos um só com ela. É uma questão de confiança, confiança de que a água pode fazer por nós aquilo que gostaríamos de fazer, assim, nos entregamos de corpo e alma a ela e o esforço para nadar desaparece. A essência para se conseguir tudo isso é relaxar, relaxar na água, saber relaxar enquanto nada, está é a chave que permite transcender a prática da natação em um nível superior de entendimento do corpo com a água. Relaxar é a essência do nadar.

Seguidores